Toda mãe é única

Por Rita Durigan

Esse blog é quase um filho.
Foi desejado com muito amor, gerado com cuidado e atenção, e agora está sendo amamentado/alimentado com toda nossa dedicação. Ainda está aprendendo a olhar para o mundo, pra você. Ainda está entendendo o que veio fazer aqui. Mas uma coisa é certa, está cheio de energia, de vida e pronto pra aprender e explorar tudo o que estiver ao seu redor.

Também é certo que, como um filho, vamos tentar criá-lo sem medo.

Por isso, meu primeiro post, na verdade, é um vídeo que me emocionou. E, apesar de já ter visto proposta parecida, inclusive premiada, ainda não conhecia uma versão entre mães e filhos.

É só pra lembrar cada pessoa que é chamada de mãe, seja por um filho de sangue ou criação, que seu(ua) filho(a) só terá uma mãe da qual se lembrar. Uma referência de maternidade na infância. Aquela viceral – e lembro que não estou falando aqui de laços de sangue…

Você, pra ele(a), é a melhor, a única e mais especial mãe do mundo. Ele(a) não sabe o que é ter uma mãe perfeita, mais isso ou menos aquilo. Mas ele(a) sabe o que é ser seu(ua) filho(a). Você é seu significado de mãe.

E ele(a) te diz isso todos os dias, em vários momentos. As vezes você nem percebe. Mas lembra daquele brilho no olhar e daquele sorriso que ele(a) dá quando te vê? Então. É uma declaração de amor. Pra você. Só pra você. Aproveite!!!

2 thoughts on “Toda mãe é única

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s