O que gostamos – experiências significativas

Por Paty Juliani

Ontem era dia de “o que gostamos”. Gostaríamos de ter escrito algo aqui mas não deu, pois era dia de estar com as crias, entendendo e vivenciando um mundo de respeito e igualdade. Um mundo onde a intolerância e o preconceito não tem lugar.
Ontem teve culto ecumênico pela diversidade religiosa. Teve dança e canto, onde nossa ancestralidade foi reverenciada e onde todos se encontraram.
Ontem foi o dia da consciência negra e estávamos ensinando o amor, pois como disse Nelson Mandela: “Ninguém nasce odiando outra pessoa pela cor de sua pele, ou por sua origem, ou sua religião. Para odiar, as pessoas precisam aprender, e se elas aprendem a odiar, podem ser ensinadas a amar, pois o amor chega mais naturalmente ao coração humano do que o seu oposto. A bondade humana é uma chama que pode ser oculta, jamais extinta”.
Assim, nosso “o que gostamos” vai para as experiências significativas que vivenciamos com nossos filhos. Experiências que nos transformam e que são amor. Puro amor!

*E, um agradecimento em especial ao grupo de dança e cultura popular Saramuná, pela troca e acolhimento, principalmente de nossas crianças.

IMG_2212

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s