O que gostamos – Poesias – Slam das Minas

por Dede Lovitch

Ontem, domingo, dia 24 de março, eu e Bernardo, junto com minha amiga Raquel e sua filha Laura, ganhamos um presente; fomos ao Sesc Ipiranga ver a instalação da artista Edith Derdyk.  Antes de irmos embora, Raquel sugeriu que fossemos ao teatro assistir o Slam das Minas; Slam é um torneio de poesias onde a poeta só tem sua voz para falar seu poema em, geralmente, 3 minutos.

E assim fomos… e fomos mesmo, fomos além da nossa percepção padrão, fomos fundo nas questões da mulher, dos negros, dos indígenas, dos LGBTs, e de toda classe oprimida. Escutamos, cantamos, dançamos, nos emocionamos, votamos e choramos.

Ficamos até o anúncio da vencedora, torcemos muito por todas e a nossa preferida foi a campeã, Sabrina Azevedo, uma mulher potente e talentosa, foi ela  que nos deu o presente, a honra de vê-la no palco jogando nas nossas caras toda aquela realidade.

O Bernardo correu até ela e pediu um autógrafo, aí foi ela que se emocionou e disse que aquela era a primeira vez que alguém pedia aquilo, ele entregou o papel e se virou, “escreve aqui”, apontando as costas, ela pegou a caneta e deixou uma linda mensagem pra ele:

image_6483441-1.jpg

Eu saí de lá, transformada e com a cabeça a milhão pensando como vivemos numa sociedade desigual e injusta. O Bernardo saiu de lá encantado com as minas e suas poesias e agora ele tem uma nova heroína e o nome dela não é mulher maravilha e muito menos capitã marvel, o nome dela é Sabrina Azevedo. E Viva as Minas!!!

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s