“O que gostamos” – rua para todos

por Pati Juliani

Segundo a jornalista Eliane Brum: “Ir para a rua, ocupar as ruas, o imperativo ético deste momento, só é possível com encontro. A rua pressupõe encontro real. Pressupõe se arriscar ao outro. Pressupõe conviver de corpo encarnado. Pressupõe negociação de conflitos para dividir o espaço publico. A rua é onde estamos com nossos fluidos, enfiados na nossa própria pele, carregando nossas fragilidades diante do outro sem nenhum botão de curtir ou de raiva para acionar”.

O texto da jornalista para o El País (leia aqui) se referia as manifestações contra o corte das verbas da educação, mas não se limita a esta pauta. Quando falamos sobre a rua, falamos sobre tudo que nela acontece e o que nos acontece quando nela estamos, em manifestações, eventos, encontros. A rua é, e deve ser, lugar de ocupação de todos. E é absolutamente necessário termos consciência da importância de se estar nela.

Neste final de semana (18 e 19.05.2019), aconteceu a Virada Cultural em São Paulo. Nós estivemos nela, no domingo (eu, marido, filhas, e um casal com mais três crianças). A idéia era passar o dia no centro de São Paulo. E assim foi feito.

O desejo era iniciar a manhã assistindo a Orquestra Sinfônica Infantojuvenil com intervenção de palhaços, dentro do Theatro Municipal. Queríamos mostrar esse lugar tão importante para as crianças, dentro de uma festa popular, com a beleza que isso proporciona. Mas, pegar estrada com crianças, parar para tomar café, estacionar o carro, etc, acabou atrasando nossa chegada. Perdemos essa apresentação, mas conseguimos ver o Bloco de Pífanos se apresentando na escadaria do Municipal.

A partir dali, foi só alegria.

Piquenique no chão (entre os food trucks), apresentações de ballet e street dance na rua, palcos sendo tomados e pessoas ocupando todos os lugares.

Caminhamos pelo centro, passamos por diversas tribos, tomamos chuva, dançamos, cantamos e terminamos o dia, que foi intenso, dentro do tão desejado Theatro Municipal de São Paulo.

Conseguimos pegar  ingressos na fila (estavam sendo distribuídos 1000 ingressos para quem ia chegando) e vimos uma apresentação inesquecível da Orquestra Experimental de Repertório com participação de Branco Mello e Miranda Kassin, e com a finalização da fala emocionada de Hugo Possolo, diretor artístico do Theatro, ator e um dos fundadores do grupo Parlapatões. Estar com as crianças ali, assistindo apresentação de música clássica, música popular e ambas juntas e misturadas, dentro daquele lugar, repleto de pessoas emocionadas, foi uma experiência indescritível.

Essas ações reforçam a importância de proporcionar acesso a todos, de compreender que a cidade e as ruas pertencem as pessoas e faz com que a gente tenha esperanças de que tudo, um dia, possa ser um pouco mais igualitário.

Aproveitamos esse post para lembrar que, na próxima semana, haverá ações em diversos lugares do Brasil com a Semana Mundial do Brincar, promovida pela Aliança pela Infância (veja aqui). Essa semana reforça a importância do brincar livre, em espaços públicos, para todas as crianças. Vale a pena participar e levar as crianças. Afinal, as ações se dão na vida, no encontro e nas atitudes, e são através delas que nossas crianças aprendem.

Aqui em Sorocaba, acontecerão intervenções proporcionadas pelas meninas do blog Costurando Memórias e também nas unidades do Sesc da capital, interior e litoral de São Paulo (aqui).

“A rua é onde nos arriscamos a nos refletir no olhar do outro e nos reconhecer num corpo que não é o nosso. Nos reconhecer na humanidade e também na diferença.” – Eliane Brum.

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s