Irmandade

Por Paty Juliani

 

Porque naturalmente uma ponte apareceu

Dois pontos ligados, porém separados

Sete anos

Nove anos

Um hiato que se forma

Devagar e silencioso

Uma com as bonecas

Outra com os gibis

Lugares opostos

Mas conectados

Ora juntas

Ora separadas

Então a vida exigiu

Casa

Isolamento

Ameaça

E a ponte imediatamente sumiu

Não havia mais dois lados

Agora era apenas um

Ora bonecas

Ora música

Ora teatro

Ora gibis

Brigas nas brincadeiras

Gargalhadas no banho

Negociação no jogo

Partilha de roupas

Conversas

Escolhas

Irmandade!

A beleza que se dá no caos

A vida que pulsa quando é mais necessária

É belo demais

É forte demais

E faz tudo valer cada minuto de nossa existência

 

– Giulia, acho que agora sabemos certinho cuidar de filhos, diz Paola (7 anos)

– Claro que sim, concorda Giulia (9 anos)

Gosta do nosso conteúdo? Quer nos ajudar a manter essa plataforma de diálogo sobre o maternar?
Colabore em R$: catarse.me/criarcomasas
Colabore em U$: patreon.com/criarcomasas
 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s