CRIANDO ASAS – A VIDA NÃO É ÚTIL

Por Dede Lovitch

Sentou, pegou as botas e começou a soltar o cadarço, enfiou o pé:

“Que droga, não entra”

Afrouxou um pouco mais o cadarço, enfiou o pé, insistiu:

“Aiiiii, não entra”

Colocou a bota de lado, olhou pra mim:

“Qual o nome daquele escritor? O Krenak”

“Krenak”, respondo

“O nome, nome antes”

“Ailton”

“Isso, como o Ailton escreveu, A Vida não é Útil”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s