A foto perfeita

por Rita Durigan

Chega a dar frio na barriga.
-Meu cabelo.
-O sorriso.
-Que barriga é essa? Você não engordou assim!
-Fulaninhaaaaa! Oieeee! Aqui, aqui, oh!!! Olha aqui! Blrulrulrulru…
Choro de criança.

Xiiissss!

-Deixa eu ver.
-Outra, outra.
-Chega gente.
-Só mais uma…
-Mamãe, você prometeu que era só uma!
-Prometi. Pode ir.

-Não, volta. Só mais uma… Pega ela lá.
-Deixa ela. Eu prometi.

Xiiiiiissss!!!

Dizem que foto eterniza momentos, nem sempre.

Algumas poucas vezes, de verdade.

Aquelas que têm uma pessoa descabelada olhando para o lado enquanto a criança se joga para o chão para brincar…

Aquelas em que a criança aperta a bochecha da mãe com o rosto e chega a dar para sentir o cheiro…

-Corre!

-Espera aí.

-Isso é hora de ir ao banheiro?

-Lavou a mão?

(gargalhadas sem registro fotográfico)

Por que não tiramos mais fotos espontâneas?
Eternizam momentos aquelas fotos em que nem todos estão estáticos com seus sorrisos forçados, enquanto encolhem a barriga até perder o ar?

Perder o ar.
Eternizam. Aquelas que nem todas as crianças estão olhando, porque você flagrou um momento lindo e verdadeiro e não caiu na besteira de pedir: “olhe aqui. Xiiiisssss”, perdendo o momento real.
Aquelas, cada vez mais ausentes de nossos álbuns e porta-retratos. Canceladas de nossas redes sociais.

Fotos reais em extinção.
Não sei vocês, mas quando eu olho para uma foto na qual eu estou ou estava presente, me lembro do momento dela. Algumas, aquelas mais desconcertadas, são as que normalmente dão um quentinho no coração. Momento eternizado.
Tiram uma risadinha de canto de boca.
Eu gosto de falar palavras malucas na hora da foto para fazer alguém rir. Se tem criança adoro falar “abacaxi xixi”, por exemplo. E acabo saindo com a boca aberta em várias. Ai fico tentando lembrar qual palavra estava dizendo.

Pensando bem, elas podem até eternizar. Momentos de ansiedade pelo ângulo perfeito, ou momentos de leveza vividos sem pressão. A certeza de que vão encher minha foto de likes ou de que eu vou me reconhecer nela.

Momentos que vão e que podem ficar, ou não. Escravizados pela aparição que queremos dar a eles.

Xxxxiiiissssssssssssss!!!!

Flagradas brincando na neve em 29/1/2022.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s